sexta-feira, 3 de julho de 2009

Dos meus diários

.
Engraçado como em livros, filmes e seriados de investigação policial muitas vezes diários ajudam muito a desvendar mistérios e solucionar casos. Se isso acontecesse comigo, o máximo que os detetives conseguiriam com os meus diários seriam as minhas palavras carregadas de emoção, os textos que escrevo para deixar minha alma mais leve, meus pensamentos constantemente inconstantes, minhas impressões da vida e meus sonhos de quem tenta equilibrar a realidade e o romantismo. No máximo algumas imagens recortadas, fotos e comentários aleatórios a respeito de tudo. Não posso fazer nada se eu escrevo para tirar de mim o peso do mundo.
.
.~*~*~*~*~*~*~*~
.
P.S. 1: Fui em um intervalo de uma semana a dois shows: Roupa Nova e Jota Quest, ambos ótimos! Amo! Lavei a alma!
.
P.S. 2: Hoje tem resenha minha no O que elas estão lendo, dê uma passadinha lá para conferir a dica de livro!
.

29 comentários:

Fernanda disse...

oi Paulinha, vou te falar uma coisa do seu P.S., adoro ambos! Fui uma vez no show do J. e em dezembro quando estive ai no BR fui no Roupa Nova com minha mae. Cresci ouvindo Roupa Nova com ela, me traz uma coisa muito boa!
Beijinhos!

Margarida Piloto Garcia disse...

A música é sem dúvida o colo onde acalentamos a alma.

Bia disse...

O mesmo aconteceria comigo. Escrever pra mim é uma forma de desabafo, colocar pra fora oq está pesando no meu peito!

bjs

Carla Martins disse...

Nossa, amei seu texto...lindo!!!!!

Agora, roupa nova e jota quest eu passo! hahahaha

beijos!

Chica disse...

E espero que continues sempre a escrever pra tirar o peso, pois o fazes muito bem!beijos,chica

Georgia disse...

Paulinha esses dois grupos sao ótimos. E diários sao feitos para secar as nossas lágrimas.

Olha, hoje sua resenha do livro está aqui:

http://www.elasestaolendo.blogspot.com/

Convida seus amigos para te visitar por lá.

Beijos

Tucha disse...

Mais que relatos de acontecimentos os diários dever ser o espaço para trabalhar as emoções mais profundas... quase terapeuticos. Além disso uso tb, as vezes pra recuperar tempos perdidos e sentir como eu estava na época.

Olavo disse...

Lindo texto..
muito legal o show ja fui tambem.
Otimo final de semana
Beijos

Natie disse...

Adoroooo Jota Quest!
Agora pensando bem, eh verdade esse lance dos diarios... hehe...
Bjus!

APPedrosa disse...

Paulinha, eu também escrevo para ficar mais leve. Parece mágica. Beijos

vida cotidiana disse...

Escrever as vezes faz um bem danado, mais do que palavras ao vento.bjs

Clara disse...

Paulinha escrever diarios é muito bom vc fica livre pra escrever o que quer e sente...bom demais !!
beijos !!

Georgia disse...

Paulinha Layout novo!

Lindo! Lindo! Gostei!

Bjus

Susana disse...

Paulinha: gostei do Layout novo!

Em relação ao diário, há muito que deixei de escrever o meu... e também estou a precisar de "lavar a alma", pode ser que calhe este fim de-semana.

Bjs Susana

Larissa. disse...

Sabes, nunca tive um diário. Na verdade só com o blog, se pode ainda ser considerado um diário. Mas faço o que você faz nos seus diários... ponho alguns sentmentos e outras coisas mais.

Eu li lá no outro blog, o que elas estão lendo! Vou comentar já!
bjos
;***

Mariane disse...

Tem uma simples homenagem para todos os blogueiros que visitam o Compartilhando Leituras! Quando tiver um tempinho passe lá para conferir!!!

;)

Clara disse...

Existe sim Paulinha...é que eu tirei do perfil pq preferi deixar um pouco escondidinho,mas pode ir lá sim viu.
Você gosta de lá né ? pelo jeito vc é uma menina grande né ? que bom acho isso lindo viu !!
beijo Paulinha!!!

Mari disse...

Paulinha, nossos diários são bem parecidos, então. Escrevo para mim. O mais impressionante é que tudo ali está tão carregado de emoções, sentimentos e pensamentos (algumas vezes, momentâneos) que nem eu mesmo lembro do que estava me referindo quando releio. haha
Beijossss

Elaine disse...

Eu nem tenho diário... acho que os policiais ficariam na mão, se dependerem de mim! Bjs!

Ruby disse...

Sempre achei incrível as tramas policiais, o desenrolar, como tudo termina de forma fantásica, enfim, é muita genialidade. Desvendar, palavra-chave.

Annie Manuela disse...

Eh, não escrevo mais em diários, mas quando escrevia tinha um pouco de tudo. E acho que os policiais iriam ter bastante trabalho, porque a maioria das coisas que eu escrevia sobre mim estavam em códigos. Até hoje me lembro dos códigos, mas nunca mais escrevi assim...
Bons tempos!

Bjks.

Fernanda disse...

Ainda não tinha visto seu novo layout, amei! :)

Beijo!

Sandra disse...

Oi amiga!
Gotei da sua presença.
Fiquei muito feliz. Mas ainda não recebi o meu PC. Estou usando o do meu filho. Vim até a casa dele. só agradecer a todos.
Falando em se fazerr a notações, como é engraçado tudo isso. Eu também tenho essa manis de anotoar tudo. Outro dia até na missa. o Pe, comentou algo importante, que para não esquecer eu anotei. Quem estava do meu lado té rio, mas somos assim.
Com muito carinho
Sandra

Teresa disse...

Olá Paulinha
Caí no seu blogue por acaso, a partir do blogue da Chica e gostei muito do seu texto. Na verdade, faço a mesma coisa, ando sempre com um caderninho na mala. Quando tinha 15 anos, escrevia os poemas de que gostava. Hoje, escrevo as impressões que o mundo vai deixando em mim, desordenadas e sem método. Não interessa, são só minhas.
Beijinho
Teresa

Thaís A. disse...

AMEEI O TEXTO *-* Principalmente a última frase, me identifiquei muito!

.ana disse...

nunca consegui fazer diário, sempre faltou estímulo suficiente para tal. o blog é onde descarrego um pouco do que penso/sinto, mas td muito subjetivo! hehehhe

beijos!

Ana Filipa Silva disse...

Nos meus diários há de tudo. E junto aos meus diários, está algo que ajudaria os detectives: as agendas. Eu bem tento ganhar força e deitar tudo fora. Mas andam comigo desde a casa da minha mãe, para a minha primeira casa e de Portugal para a Alemanha. É uma colecção enorme. Eu tenho 29 anos e tenho diários desde os 11 anos. Agora, com a escrita na net (blog, rede social...), acabei por não escrever tanto no papel. Mas quando apago algo do computador e não tenho como recuperar, fico fula. Há quem me tenha dito que até parece que os dias do meu passado foram melhores do que os actuais, e por isso eu guardo os diários e agendas para recordar. Há quem diga que ainda tenho muita coisa para resolver com a minha história... eu simplesmente sei que gosto de recordar, de folhear, de reviver e até de partilhar. Talvez seja o sonho de um dia ser uma escritora famosa, e ter um biógrafo particular... LOLOLOLOLOL E quem sabe, um caso para detective desvendar.

Nota: Gostei do ar Primaveril do site. Bem legal!

Bárbara Garcia disse...

Confesso que investigar diários também não daria muito certo comigo. Principalmente porque eu não tenho bem um diário, é só um caderno onde eu saio escrevendo letras de músicas que gosto, desenhando e desabafando nas folhas de papel.

Anônima disse...

eu comecei com essa mania quando ainda era pequena, hoje nao escrevo mais em diario de papel... o proprio blog ja e meu diario

Postar um comentário