sexta-feira, 21 de maio de 2010

Quadrilha

.

Antônio gostava de Marina, que era secretamente apaixonada por Bernardo, que estava interessado em Sandra, que amava Carlos, que era imaturo demais para saber o que queria. Uma quase-quadrilha digna de Drummond. Antônio decidiu nem lutar por Marina, que nunca teve coragem de dizer a Bernardo como se sentia. Este, por sua vez, ainda está se recuperando do fora que levou de Sandra, que resolveu colocar a vida amorosa em segundo plano para se dedicar à carreira. Dizem que Carlos já se apaixonou inúmeras vezes, mas nunca amou de verdade ninguém além de si mesmo. Maldito coração burro. Ou a culpa é do Cupido, que vai trabalhar sem ter dormido bem à noite e erra as pontarias dos corações de muitas pessoas, como as citadas acima. Ou somos nós que, por vezes, não enxergamos um palmo à nossa frente?


(Texto já publicado anteriormente no meu antigo blog)

8 comentários:

Roberta Seabra disse...

De fato, o que acontece é que nós não enxergamos um palmo à nossa frente.

Beijos

Albuq disse...

Oi Paula!
Acho que a vida nos coloca na quadrilha, mas, muitas vezes não enxergamos mesmo e por fim escolhemos errado kkkk

bjs

6grausnegativos disse...

É, acho que sempre queremos colocar a culpa no pobre do culpido .... acho q nós seres humanos somos cegos demais e isso que causa tanta confusão sentimental.

estou seguindo o seu blog, espero que siga o meu :*

Cíntia Mara disse...

É mais fácil colocar a culpa no Cupido do que admitir que deixamos as oportunidades passarem.

Beijos

Mariana Abramo disse...

Coração é uma coisinha complicada... hehehe...

Bjos

(marta silva) disse...

é..acho que é mais culpa nossa do que do cupido mesmo :p
hehe...

sempre bom vir por aqui. ;**

http://diadelivro.blogspot.com/
http://amartaentreparenteses.blogspot.com/

Micha Descontrolada disse...

ai q lindo, porém triste os desencontros..mas acontece mto por aí.

/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................

Ela disse...

Penso que o cupido precisa trabalhar bem descansado.

Postar um comentário